26/09/2007

O que de melhor escrevi aquando dos anos do meu amigo A

Hoje é um dia tenebroso para a humanidade. Faz 35 anos que nasceu uma besta! Ainda não entendi muito bem como é que ainda não deste um tiro nos meio dos olhos ou te afogaste numa barragem qualquer.
Há pessoas que nunca deviam nascer. Tu és um dos muitos exemplos. Andas sempre mal-humorado e até quando o sol nasce (que é um espectáculo único) não consegues esboçar um sorriso!
Neste dia tão especial quanto obscuro não podia deixar de te mandar uma singela mensagem. Queria apenas dar-te os parabéns de ainda conseguires sobreviver a este mundo terrível onde ainda há pessoas que amam, deliram, sonham e acreditam em coisas como o amor e a saudade. Que coisa estúpida não achas? Que gente anormal. Que coisa ridícula! Mas olha é assim!
Faz hoje 35 anos que nasceste e eu tenho quase a certeza, que um dia quando morreres, vais para o inferno. E também aposto que tu vais adorar. Afinal o céu para ti deve ser um tédio sem fim.
És feio, para o gordo e aposto que cheiras mal. Adivinha-se até uma higiene precária.
Não és bem aferido, não fechas bem o capô e com toda a certeza não tens as quatro portas bem medidas. Advinha-se várias hemorróides nesse rabo!
Tens perfil de quem está parado no transito e vai-se divertindo tirando macacos do nariz e a fazer bolinhas e te bufas em qualquer lado, não por te dar vontade mas porque gostas de sentir o cheiro! Fazes por divertimento!
Deves gostar bastante do velho ditado “Levas tantas como o burro do moleiro” e aposto que continuas com aquele mau ar que já é sobejamente conhecido dos que te conhecem.
É tudo tão mau que seres do Benfica, acredita, que é um mal menor!
Finalizo com a esperança que hoje alguém te pregue dois pares de lambadas secas nessa tromba medonha...já que beijinhos não é o teu forte.

12 comentários:

Biely disse...

Cum estafermo!!! Nao gostava de tar na pele desse animal...

@ disse...

Queres apostar a um jantar, que a primeira coisa que fizeste esta manhã foi ligar o computador e ver se esse amigo tinha acusado o toque?




Mas não acusou.

Anónimo disse...

Isto é amor do mais animalesco possível. Não lhe chames nomes. Não dizes que lutas pelo que queres sem baixar as hastes? Vai à luta mulher.

Aleisa disse...

Eu aposto a um jantar em conforme, esse amigo, vai acusar o referido toque!!!

Anónimo disse...

Que grande cabrão

Anónimo disse...

Gajo inteligente. Continua "sem colar o barro". O que é que um gajo pode responder a um texto destes???

Namoradinha de Coimbra disse...

Há aqui qualquer coisa que me está a escapar... 35 anos??? Não faz parte da "tua" geração fantástica!

Anónimo disse...

Muito, muito bom. Do melhor que já escreveste. Parabéns.

Lua. disse...

Anónimo disse...
Muito, muito bom. Do melhor que já escreveste. Parabéns.

26/Set/2007 17:55:00

Quem escreveu isto qquem foi???? É que para mim é um tamanho elogio... Vá lá.. Quem foi??

Sofia disse...

Não tem explicação! Não posso mais de tanto rir... Se o que tu escreveste deste energúmeno é verdade, aposto que além de toda a descrição exposta, o tipo chega a casa e diz: Ó mãe, o que é o comer?
(adoro o comer), ou então, parafraseando o nosso SSilva, em vez de camisa diz "camisete"! Lindo. Adorei este teu momento.
Bjos

Lua. disse...

Minha querida e amiga Sofia,

Esta carta foi concebida assim porque este meu amigo é um gajo mal disposto por natureza... Não como forma de ofensa. De todo. Este meu amigo é especial de corrida e é daquelas pessoas que não gosta nadinha que a malta lhe apele ao sentimento porque acha tudo um bocado lamechas. De maneira que, aquando do seu aniversario, euzinha escreveu-lhe esta linda cartinha porque se fosse qualquer coisa do género: ah e tal parabéns meu querido/o sol brilhou quando tu nasceste/és um amor de pessoa/meu doce/meu amor ... ele vomitava...
Por isto é que a carta foi escrita nestes moldes. Mas eu gosto milhoes deste homem... Juro.
Beijos a todos ai em casa ou no laboratorio se a trabalhar estiveres...
Ana

Anónimo disse...

quem é o gajo?