04/05/2009

Cheguei uma mulher nova:

uma mulher que traz nos braços um filho é uma mulher nova, rejuvenescida, uma mulher que deixa tudo para proteger, para mimar, para dar e dar ao seu filho.
Eu, como todas as outras Mães, sinto-me especial e bem sei que este tipo de sentimento, todas passam, sem excepção.

Finalmente cheguei a casa depois de uma roda viva na unidade de cuidados intensivos, a falta de peso e tudo o que rodeia um bebé prematuro, mas felizmente correu bem, e depois de sete dias chego finalmente a casa com o Manel nas mãos e um sorriso de lés a lés.

O meu Manel :)

4 comentários:

pachulico disse...

Só para vos mandar um grande beijo...Foram uns valentes! Agora é sempre a abrir, um esforço enorme mas atenuado por recompensas permanentes! Força...

Sandra disse...

Que surpresa boa ver-te aqui!!!
Beijos, muitos... :)

PS: Diz-me que o Manel tem os teus olhos.... pleaaassseeeeee!!!!!!!

Anónimo disse...

Muito bom!
Digo-te uma coisa: Depois de um parto, prematuro a acrescer, cuidados intensivos, com todo este novo mundo cheio de responsabilidades... estar com um sorriso de lés a lés... não é para qualquer uma (já desconfiava).
Beijos e parabéns!
Susana Alves

Lua disse...

O Manel é loiro (cabelito pouco que tem é quase branco) e os olhos são azuis mas as enfermeiras dizem que é cedo para avaliar embora achem tal e qual como eu acho)

Ainda é muito miudinho coitadinho! Não chora nunca mas como é magrinho o médico mandou-me dar-lhe mama e suplemnto de 3h em 3 h e como tenho uma preocupação enorme...

:P