03/02/2009

Reflexões sobre a Actualidade Desportiva

1 - O País desportivo teceu loas várias à "espertice" regulamentar protagonizada por Fucile.
Sintoma da corrupção de valores que impera na sociedade portuguesa.

2 - O indivíduo com o qual não se podia falar depois das refeições e que agora foi chamado a substituir Rui Cerqueira como Director de Comunicação do Porto participou que Pinto da Costa lhe havia telefonado a avisar que o Porto poderia não comparecer quarta-feira em Alvalade, no jogo das meias-finais da Taça da Liga.
Este aviso aconteceu no Sábado.
Domingo, no Restelo, Fucile "pediu" para ser expulso por forma a poder ser utilizado por Jesualdo Ferreira frente ao Benfica.
O que terá sucedido de Sábado para Domingo?
É que a "espertice" protagonizada por Fucile pressupõe, necessariamente, não só a realização como a comparência do Porto no desafio ante o Sporting.
Será que o Porto já conhecia o sentido da decisão do CJ da FPF?
Será que o Porto, após conhecer o sentido da decisão, se assegurou que da mesma não haveria recurso?

3 - No Domingo, no Restelo, antes do início do jogo, o Speaker de serviço solicitou aos sócios e adeptos belenenses uma enorme salva de palmas para Pinto da Costa pela ajuda que tem prestado aos de Belém.
Será a resposta à última das interrogações que lanço supra uma das contrapartidas por tão desinteressado e prestimoso auxílio?

4 - O indivíduo com o qual não se podia falar depois das refeições e que agora foi chamado a substituir Rui Cerqueira como Director de Comunicação do Porto asseverou que não existe qualquer aliança entre Porto e Sporting.
Concordo!
A única aliança que existe é de ambos contra o Benfica!

5 - Na semana passada, tivemos mais um belo exemplo do servilismo de alguns órgãos de comunicação social em relação ao Porto.
A desfaçatez foi tanta ou tão pouca que se chegou ao ponto de inventar uma notícia.
Com pompa e circunstância, em parangonas descomunais, anunciaram que o Tribunal Constitucional se havia pronunciado no sentido da inadmissibilidade do recurso a escutas telefónicas no âmbito do processo denominado "Apito Final".
Sucede que aquele Tribunal nem se pronunciou sobre a questão!

6 - Na conferência de imprensa que antecedeu o Braga-Porto, Jesualdo Ferreira proferiu duas afirmações irrefutáveis:
"Paulo Costa é um árbitro experiente, com muitos anos de arbitragem, que sabe o que se está a passar e conhece o quadro em que se movimenta"
"Porto não quer pagar a factura dos árbitros!"

7 - Quer a actuação de Paulo Costa, quer as facturas da viagem de Calheiros ao Brasil demonstram à saciedade a justeza das declarações de Jesualdo.

8 - Veloso está destroçado!
Eu, no seu lugar, também, estaria!
Não deve ser nada fácil ter um empresário como Paulo Barbosa!

9 - Que eu saiba, ninguém o obrigou a celebrar um vínculo laboral com o Sporting!

10 - Que eu saiba, ninguém o obrigou a escolher como seu representante um tradutor de russo, que negociou um vencimento mensal de 30 mil Euros para uma cláusula de rescisão de 30 milhões de Euros!

11 - Não ignoro, a enorme desproporção entre vencimento e cláusula de rescisão, mas também não ignoro que a ordem de grandeza dessa desigualdade se manteve inalterada.

12 - Se na aparência a saída de Veloso traria paz e sossego ao balneário leonino, na essência assumir-se-ia como nefasta.

13 - Vender Veloso por 1/3 do valor da cláusula de rescisão, depois de anunciar irredutibilidade quanto àquele montante, poderia ser entendido como um perigoso sinal de transigência com as "birras".

14 - Veloso dispõe de condições legais para invocar o artigo 17.º do Regulamento sobre o Estatuto e Transferência de Jogadores da FIFA. Fá-lo-á? Penso que sim!

15 - Fazendo-o, outra questão se levantará, qual seja a da compatibilização do regime vertido no artigo 17.º do Regulamento sobre o Estatuto e Transferência de Jogadores da FIFA com as clausulas de rescisão.

16 - Lamentar o desvario mediático que insuflou o nadegueiro e constrangeu o talento de Miguel Veloso

17 - Haverá melhor indivíduo para criar desequilíbrios que um coxo? ou como dói ver tanto talento cerceado pela incompetência!

6 comentários:

Anónimo disse...

1. Os regulamentos existem são para serem cumpridos, pelo que, caso aconteça algo de anormal, não acredito que o departamento jurídico do teu clube não se manifeste no local próprio. Não acredito que a estrutura do FCP não esteja precavida com suporte legal das suas decisões, é que por muito que não gostes do FCP, é reconhecido a sua grande competência e rigor, méritos esses a que tu chamas de vigarices, mas cada um classifica as coisas como bem lhe parecem. É notória a falta de interesse do FCP nesta competição, classificou-a como prioridade 4, ou seja última, muito me apraz que estejam os benfiquistas preocupados com o facto. Se houvesse essa tal irregularidade, seria fácil demais debelar a situação não colocando em causa a estratégia assumida pelo FCP no sentido de dar descanso aos seus melhores jogadores para assim estarem preparados para os desafios que se avizinham, e não se trata só do SLB, pois o mês de Fevereiro pode ser crucial para as restantes provas em que o FCP participa.
2. “Todavia impera o silencio”, ainda não ouvi ninguém do SLB e do Guimarães a se pronunciarem sobre isso, deverás questionar internamente o teu clube pelo facto de estarem calados, ou será que eles sabem mais que tu?
3. O ponto 3 da tua análise é no mínimo ridículo, não existe clube nenhum neste pais que não tenha feito exactamente esta situação, pelo que, ou és cego, ou és intelectualmente desonesto, como cego não és deverias ter vergonha de proferires tais considerações tentando fazer passar a ideia de que se trata de uma situação própria do FCP.
4. Os factos em nada se contradizem, no sábado o FCP deu a conhecer a sua indecisão quanto ao facto de ir jogar na quarta, o sucedido foi no domingo, altura essa em que se calhar já teria tomado uma decisão, parece-me a mim que o FCP nunca ponderou a questão de não comparecer em Alvalade, fazendo tão só mais uma birra, uma das estratégias do FCP sempre foi de dividir para reinar.
5. A inveja fica-vos mal, se não compreendem as boas relações entre o FCP e o Belenenses, talvez verificar a homenagem prestada todos os anos aquando da visita do FCP, e não esquecer que todos os negócios efectuados pelo FCP e Belenenses nunca vieram a ser postos em causa por nenhuma das partes, o mesmo já não se pode dizer do teu clube que ainda não pagou a totalidade do passe do J. Pinto e já o homem deixou de jogar.
6. Vocês são fracos demais para merecerem uma aliança, e para mais têm uma capacidade de autodestruição que evita qualquer tipo de atenção especial, talvez porque percam tempo demais a inventar teorias da conspiração, arquitectadas por cineastas e jornalistas frustradas.

Quanto ao resto, não tenho tempo, tenho de ir almoçar, espero que logo a equipa B do FCP consiga honrar o bom nome da instituição.

Lua disse...

ahahahahhahaha
é que era mesmo isso que eu tb queria dizer :)

Anónimo disse...

após a prestação do FCP esta noite, tenho a dizer que a equipa B do FCP não está á altura dos pregaminhos que nos habituaram, parabéns ao SCP pela mais que justa vitória, quanto aos penaltis nada a dizer não foram bem marcados mas isso já é bitola em alvalade, mas contudo, não é de menosprezar a justiça clara da vitória e que mais tarde ou mais cedo o SCP iria ganhar.
FCP precisa de uma segunda linha mais forte para poder aspirar a vitórias identicas ás de 2003 e 2004.
Parabéns ao SCP.

Os três tarolas disse...

Estou a ver que na topázio a conversa é os três estarolas.Está bem então e eu que pensava que a solum era em Coimbra.
Afinal não, é mais um bairro de Lisboa ou Porto, como o são o de Benfica, o de Alvalade e as Antas.

Namoradinha de Coimbra disse...

Só não percebo uma coisa... o cartão amarelo (2º) ao Fucile obviamente que já estava pensado e programado caso acontecesse o primeiro e sinceramente só demonstra que o FCP tinha a lição estudado demonstrando um boa acro de gestão. Nada fez de irregular, Limitando-se a utilizar as "armas" que tinha e demonstrou uma boa resolução do problema. Só não consigo perceber a hipocrisia das suas acções ao não assumirem os seus actos! Parecem os putos da escola, na "idade do armário" que fazem uma asneirinha e põem-se com risinhos uns para os outros como se fossem mais espertos que os outros... PorquÊ? É por estas e por outras que poderiam ser o melhor clube português...mas não são! Vivem com os conhecidos problemas de perseguição, que tudo e todos estão contra eles, que são uns coitadinhos e por isso nunca lá chegarão... Temos pena!!!

Anónimo disse...

Carissima, é que se assumissem essa conduta, poderiam, aos olhos da lei vir a ser punidos, por deliberada conduta anti-desportiva, mais, se no campo o arbito julgasse que assim o teria acontecido, deveria dar o vermelho directo, o que para o caso seria a mesma coisa.
Por isso ninguém assume essa intenção.