13/02/2009

60 anos

fazia o meu Pai, hoje, se tivesse vivo. E quando acordei comecei a pensar na dor que é a perda das pessoas que amamos. Afinal o tempo não ajuda em nada. A dor é a mesma desde o dia da sua morte. A diferença é que o tempo ajuda a amenizar a raiva e o inconformismo.
Hoje o meu Pai fazia 60 anos. E que falta que nos faz!

2 comentários:

Anónimo disse...

Estas datas fazem-nos sempre recordar, reflectir, meditar e olhar para o futuro de uma maneira positiva e pro-activa.
Beijos

Lover disse...

sinto que o amenizar da raiva e do inconformismo alivia a dor...o que cresce é uma saudade por vezes insuportável...

já com uns dias de atraso, mas fica aqui um beijinho grande :)

P.S.: e já agora quando nasce o Principe Manel?!